Resenha | Primeiras Impressões – O Truque de Black

O mundo da mágica é algo realmente fascinante. Truques que mexem com nossa mente, nos fazendo enxergar aquilo que é real ou apenas uma mera ilusão. A nova série da Warner, O Truque de Black não só nos trará mágica, como também um grande mistério nível CSI.

No primeiro episódio entendemos quem é Cameron Black (Jack Cutmore-Scott), um grande ilusionista que com seus shows em Las Vegas, entretém as pessoas com seu dom. Mas após um acidente que gera um assassinato, Cameron precisa revelar alguns segredos de sua mágica para ajudar o FBI a encontrar o culpado e tirar seu irmão da cadeia.

A série tem um tom bem interessante, sendo de certa forma bem leve – já que Cameron tem um jeito engraçado e tranquilo – mesmo em busca do culpado. Vemos truques interessantes de mágica em suas mãos, que nos colocam realmente em um grande show ao vivo. As investigações nos lembram um pouco CSI – na questão do humor investigativo – já que pelo que entendemos, toda a temporada será em torno apenas desde caso, não mudando seu foco em cada episódio novo.

Jack Cutmore tem uma bela atuação como o ilusionista, dando o humor certo que o personagem precisa, conquistando nossos corações para querer continuar a assistir. Alguns efeitos de cenário – os mais simples – acabam ficando muito na cara que são apenas uma tela verde, sendo que poderiam ter usado um espaço aberta para isso, o que gera um certo incomodo ao assistir.

O Truque de Black já em seu primeiro episódio já mostra que irá divertir o público e ao mesmo tempo nós tornar investigadores junto de Cameron. E que a mente cria ilusões que muitas vezes se não formos espertos, podem criar uma grande confusão.