Entrevista | Júlio Monteiro, editor da Mythos

Tivemos a oportunidade de conversar rapidamente com Júlio Monteiro, editor da Mythos. Perguntamos um pouco sobre os preços, o que eles estão trazendo para os leitores e perguntamos sobre Hellboy e Conan. Vem conferir nossa conversa aqui embaixo:

 

Estação Geek: Na minha opinião e de muitos outros colecionadores de quadrinhos os materiais da Mythos tem um preço alto. Qual a posição da editora para os preços dos materiais? O “efeito Amazon” é uma dessas razões?

Júlio Monteiro: Não há efeito Amazon. Os materiais da Mythos tem tiragens limitadas e custos altos de licenciamento e produção. O público compara de maneira errônea a preços de editoras como a Panini, que lidam com personagens de alta vendagem e negociados de maneira favorável por uma multinacional.

 

EG: Elric e Elfos arrancaram bastante elogios dos colecionadores e dos canais que cobrem esse meio. Existem chances de outros materiais da Glenat (editora francesa) chegarem no Brasil pela Mythos pelo selo Gold Edition?

JM: Já temos outros materiais da Glénat, Soleil, Delcourt e Dargaud previstos para os próximos meses, e se o público acolher bem esses materiais, a proposta é continuar a investir neles.

 

EG: Você pode nos dizer qual é a tiragem  (em média) das edições luxuosas lançadas pela editora?

JM: As tiragens são cobertas por acordos confidenciais. Só posso dizer que são limitadas.

 

EG: Quais são novas séries da editora para os próximos meses?

JM: Há novos títulos do selo Gold Edition, bem como títulos do universo Mignola e de editoras como a Boom! Studios. Posso adiantar que vamos lançar Moonlight da dupla Azzarello e Risso.

 

EG: Haverá em 2018 reimpressões dos encadernados clássicos de Hellboy e Conan?

JM: Toda a coleção Edição Histórica está disponível para compra de Hellboy. Já Conan, os direitos estão em transição lá fora e está tudo congelado esse ano.

 

Para saber mais sobre as publicações da Mythos, segue link do site e das redes sociais:

Site: https://www.mythoseditora.com.br/
Facebook: facebook.com/EditoraMythos/

 

Entrevista feita pela equipe Estação Geek.