Sessão Vitrine Petrobras anuncia seus próximos lançamentos

A Vitrine Filmes e a Petrobras anunciaram as novidades do projeto SESSÃO VITRINE PETROBRAS na terça-feira (10), em uma coletiva de imprensa realizada em São Paulo. Entre os anúncios, estão a inclusão de mais quatro cidades no circuito e mais sessões ao longo do ano. Desde janeiro de 2018, o projeto passou a lançar um filme por mês para atender melhor a uma demanda do mercado.

“Percebemos que um lançamento por mês era o ideal para trabalhar cada filme e suas ações”, comentou Talita Arruda, curadora da Sessão Vitrine Petrobras.  

O projeto é parceiro de cinemas em 24 cidades, tem programação contínua, realizando pré-estreias com a presença da equipe dos filmes e debates. O preço praticado nas salas não ultrapassa o valor de R$ 12,00 (inteira). Cuiabá, Manaus, São Bernardo do Campo e Vitória entram no circuito parceiro do projeto, que também está presente nas cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Niterói, Palmas, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, Santos, São Luis, São Paulo e Teresina. Além disso, o espectador pode ter acesso liberado às sessões através do “Cartão Fidelidade Sessão Vitrine Petrobras”, que pode ser comprado no site do projeto.

Filmes com carreira em festivais e esperados pelo público serão lançados ao longo de 2018. São eles: “SEVERINA”, de Felipe Hirsch, “TODOS OS PAULOS DO MUNDO”, de Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira, “BARONESA”, de Juliana Antunes, “ERA UMA VEZ BRASÍLIA”, de Adirley Queirós, “CAMOCIM”, de Quentin Delaroche, “UNICÓRNIO”, de Eduardo Nunes, e “TINTA BRUTA”, de Márcio Reolon e Filipe Matzembacher, entre outros.

O projeto tem a preocupação de abraçar produções que trazem diversidade: filmes de diversos gêneros, coproduções internacionais, obras com protagonistas negros, com mulheres diretoras, e produções de jovens e renomados talentos. Nas edições anteriores, tivemos uma experiência muito positiva com a exibição de curtas antes dos longas, que foi bem recebida pelos exibidores e pelo público, e que queremos repetir“-  afirma Talita.

No mercado há oito anos, a Vitrine Filmes criou o projeto intitulado SESSÃO VITRINE em 2011, e que já na sua primeira edição foi reconhecido por realizadores, público, críticos e demais agentes do audiovisual, conquistando o prêmio Iniciativa Cinematográfica, concedido pela Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro. Foi sob o selo da SESSÃO VITRINE que primeiros longas de diretores como Kleber Mendonça Filho, Adirley Queirós e Gabriel Mascaro foram lançados, consolidando assim o projeto como uma vitrine de novos e já consagrados realizadores.

“Até o momento, tivemos mais de 100 mil espectadores nos 17 filmes lançados pelo projeto, tendo uma média de mais de 6.500 pessoas por filme. O que representa um aumento significativo de público em filmes independentes” – comemora Silvia Cruz, diretora da Vitrine. “É muito importante o trabalho que a Vitrine e a Petrobras fazem. Hoje, a Vitrine é uma distribuidora que é como nossa casa, principalmente para os produtores de filmes mais reflexivos – opina Sara Silveira, produtora do “Pela Janela”, lançado em janeiro.

“Chama atenção a altíssima qualidade dos filmes escolhidos. Todos os realizadores ficam orgulhosos de estar presente nesse catálogo. Eu acho que o projeto é histórico”, elogia Felipe Hirsch, diretor do “Severina”, que tem estreia marcada para abril. “É um privilégio ter nosso filme participando, sob essa curadoria, sabendo que ele está sendo bem cuidado, bem pensado”, completa Marcio Reolon, um dos diretores de “Tinta Bruta”, que vai ser lançado em novembro.  “Nunca imaginei que meu filme fosse estrear em 24 cidades, é um prazer fazer parte do projeto”, celebra Juliana Antunes, diretora de “Baronesa”, lançamento de junho.

Com a distribuição coletiva de filmes brasileiros, a SESSÃO VITRINE PETROBRAS exibe um recorte da produção audiovisual contemporânea. O projeto tem o intuito de levar ao público um cinema de qualidade, original, que retrata a cultura do país, fomentando uma relação entre o espectador e o evento de ir ao cinema, através de lançamentos e sessões com debates, investindo na formação de novas plateias e fortalecendo o circuito audiovisual como um todo.

“Reconhecemos nesta ação uma forma concreta de contribuir com a democratização do acesso do público às obras, possibilitando que as plateias descubram novos realizadores e permitindo que o público amplie seu interesse pelo cinema brasileiro. Acreditamos que a cultura também é uma forma de energia e tem o poder de movimentar a sociedade por meio da criatividade e da inspiração” – declarou Carolina Cruz, da Gerência de Atendimento Regional  São Paulo – Sul da Petrobras.

Para mais informações, acesse o site do Vitrine: www.sessaovitrine.com.br
Link para o cartão fidelidade: sessaovitrine/cartaofidelidade