Andrew Garfield comenta sobre reação dos fãs ao Espetacular Homem-Aranha 2

Em entrevista para o The Daily Beast durante o Festival de Cinema de Toronto, onde estava para promover seu mais recente filme: 99 Holmes, Andrew Garfield comentou sobre a reação dividida do público ao filme O Espetacular Homem-Aranha 2.

“É interessante. Eu li sobre as reações de muitas pessoas e tive que parar, porque senti que estava me distanciando do que realmente sentia em relação ao filme. Para mim, eu li o roteiro que Alex [Kurtzman] e Bob [Orci] escreveram e posso dizer que sinceramente adorei. Havia aquele senso de tudo estar muito bem amarrado. Acho que o que aconteceu foi que durante a pré-produção, produção e pós-produção acabaram removendo diversos pedaços – porque havia ainda mais do que o exibido e tudo estava relacionado – e algo que funcionava como um todo começou a ter certos problemas na fluidez da história. Certas pessoas do estúdio tiveram problemas com algumas partes e quem tem a palavra final são eles, afinal são os que bancam”.

Ainda que tenha considerado O Espetacular Homem-Aranha 2 um filme muito bom, minha impressão é de que realmente a história não flui bem em determinados momentos e podemos perceber cortes bruscos. Mas, relevei isso devido a ótima interpretação dos atores, em especial o próprio Garfield, que retrata o Aranha de forma muito próxima aos quadrinhos, e também porque os momentos que funcionam são realmente muito bons.

Com relação aos cortes e alterações, não chega a ser surpresa, pois quando você assiste ao longa é possível perceber isso. Acho que a única surpresa é o fato do protagonista ser tão aberto a comentar o assunto.
O ator ainda acrescentou: “Falando sobre a experiência, ao contrário de como foi percebido, trabalhei em cenas profundas que você não costuma ver em filmes de quadrinhos, e eu comecei a explorar este garoto órfão boy – muito do que nós tínhamos explorado foi retirado. Seria interessante fazer uma espécie de ‘autópsia’. Mas, estou orgulhoso de boa parte dele, me diverti filmando um bom tempo, e fui um pouco surpreendido com a resposta”.

Quando pedido para elaborar mais sua declaração, Andrew disse: “É uma coisa de discernimento. Quais são as pessoas estão realmente dizendo? O que está por trás das reclamações, e como podemos aprender com isso? Nós não podemos pensar,” Oh Deus, nós ferramos com tudo”, porque outras pessoas estão dizendo todas essas coisas. Isso seria uma merda. Temos que nos perguntar: O que nós acreditamos ser verdade? Será que este é o quinto filme do Homem-Aranha em vários anos, e há um pouco de fadiga? Será que havia muita coisa de uma vez? Será que não houve uma conexão? Existiram problemas de tom? Acho que tudo o que é valioso. Crítica construtiva é diferente das pessoas apenas sendo babacas, e eu adoro críticas construtivas. Felizmente, nós podemos começar a analisar essas críticas construtivas e detectarmos se deixamos algo”.